terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Retiro de Carnaval ou evangelização de carnaval?


Recentemente, eu e minha família fomos ao retiro de nossa igreja, A Igreja do Evangelho Quadrangular do Bairro da Penha, localizada em Vitória-ES. Foi uma benção, e mal posso esperar pelo retiro do próximo ano. 
Acontece que tenho visto muitas opiniões diferentes quanto ao período de carnaval. Uns defendem o retiro espiritual das igrejas; outros criticam e dizem que as igrejas devem permanecer e aproveitar para fazer evangelizações dos foliões. Eu concordo com as duas opiniões. Acho que as igrejas devem sim evangelizar no carnaval, mas claro com uma boa estratégia definida, para não correr o risco de virar chacota e colocar alguns membros menos arraigados na fé, em contato com o que há de pior da época de carnaval: Pessoas bêbadas, drogadas, agressivas,  seminuas e muitas vezes manifestadas com demônios. Para entrar nesses meios é necessário uma boa couraça espiritual, evitar que os novos convertidos participem e   fazer abordagens em grupos, e em locais propícios. É óbvio que no meio da barulheira de uma bateria de escola de samba ou perto de um trio elétrico não dá para evangelizar ninguém. Nesses casos deve ser feita a abordagem na periferia do evento, em local mais calmo e antes das pessoas estarem embriagadas. 
Quanto ao retiro , eu também acho correto. No meu caso, que possuo um filho de 15 anos e uma de 9 anos, se não fosse para o retiro ficaria na grande Vitória, onde eles ficariam expostos às  TV's e rádios, que nessa época só apregoa o carnaval, e demais obscenidades. Mas no retiro não tinha TV e nem internet; O foco todo era louvar e adorar ao Senhor Jesus. Não acho que seja uma fuga, mas um período de reflexão e maior comunhão com Deus. Nossa igreja  não fechou as portas; ficou aberta e continuou os cultos normalmente, com os irmãos e pastores que não foram ao retiro. 

Everson Leal

Nenhum comentário:

Postar um comentário