sábado, 11 de fevereiro de 2012

Afinal, qual é a verdadeira igreja do Senhor Jesus?


Muito se tem debatido ao longo dos séculos sobre qual seria a verdadeira igreja do Senhor Jesus. A igreja católica é uma das instituições religiosas mais antigas e sempre proclamou ser a única e verdadeira; isso já faz parte de sua tradição, e vem sendo ministrado em sua doutrina. Mas, e  quanto a todas as outras?  Estariam todas erradas? Estariam agindo "fora da lei" de Deus? Vamos voltar no tempo e aprender um pouco de história das religiões.
O termo igreja vem do grego ekklesia, e significa assembléia geral de pessoas. A igreja não era o templo em si, mas a reunião de pessoas. Qualquer reunião de pessoas com o propósito de disseminar  a palavra de Deus, em nome do Senhor Jesus, era chamada de Igreja. Depois da morte de do Senhor Jesus, algumas igrejas foram surgindo, de forma mais ou menos  organizada; no início a doutrina era puramente as escrituras e os ensinamentos de Jesus. As igrejas primitivas foram assim caminhando, se organizando mais enquanto instituições até em meados de 431, quando houve o Concílio de Éfeso e a separação de uma  Igreja, depois denominada Nestoriana; Em 451 houve o concílio de Calcedônia e a separação de outras  igrejas denominadas posteriormente de não-Calcedonianas; Em 1054(Sec. XI) houve o Grande Cisma do Oriente, e o surgimento de mais uma igreja: A Igreja Ortodoxa Oriental. Em 1517(Sec.XVI) mais separação , com a reforma protestante e o surgimento das igrejas protestantes, da anglicana , restaurada, etc. 
Atualmente temos denominações das mais variadas: Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Católica Brasileira, Igreja Ortodoxa oriental, Anglicana, Luterana etc; das protestantes(evangélicas) temos: Igrejas Batistas, Batistas Renovadas,  Assembléias de Deus, Adventista, Maranata, Presbiteriana, etc. Mas então qual é a verdadeira igreja do Senhor? Vamos, como sempre, buscar as respostas na bíblia:  

1-A igreja é a reunião do povo de Deus. Sendo assim, não é um templo ou denominação, mas o conjunto de pessoas que professam as mesmas crenças; que acreditam que Jesus Cristo é o único Salvador, e que morreu por nós; estejam elas na mesma igreja ou não. Prova disso é o que consta em Mt 18:20 :  Por que, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí Eu estou no meio deles. Em Atos 2: 21 está escrito:  E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo; Não diz que apenas os que estiverem em uma denominação A ou B, mas todo aquele; Em Timóteo 1:15 Lemos: Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores... No Salmo 86:5 também fala que Deus é para todos: Pois Tu Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que  Te invocam. 

2-Devemos pôr à prova aquilo que os líderes religiosos nos falam; se está de acordo com as escrituras, se eles vivem de acordo com o que pregam. Por isso é importante conhecermos a bíblia, para que também provemos pela palavra de Deus, aquilo que nos é ensinado pelos homens. Afinal como saberemos se aquilo que nos é ministrado provém ou não do Senhor, se não conhecemos as escrituras? E se o ensino não for verdadeiro? Se um analfabeto perguntar a alguém qual é o ônibus que vai ao centro da cidade e alguém lhe indicar um ônibus errado, o analfabeto irá nesse ônibus. Mas se souber ler a placa do ônibus, só irá se o que a pessoa disser estiver de acordo com o que está escrito no letreiro do ônibus. Acreditar sem conhecer a palavra de Deus é colocar em sério risco a nossa salvação. O ser humano é falho, mas a palavra de Deus é perfeita, e não volta atrás. O apóstolo Pedro em 1Pe 2.2 afirma que a palavra de Deus é tão importante para o crente quanto o leite para o recém nascido. O próprio Senhor Jesus falou da necessidade em conhecer as escrituras em Mt 22:29: Errais não conhecendo as escrituras nem o poder de Deus. No livro de Lucas 4:4 podemos ler : Jesus Respondeu  dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem , mas de toda a palavra de Deus.

3-O povo escolhido do Senhor, originalmente era o povo judeu. Através do sacrifício do Senhor Jesus, a graça se estendeu a todos, judeus e não-judeus, através da misericórdia divina, pois  o preço já havia sido pago na cruz. Então , restava aos não judeus aceitarem o evangelho de Jesus para serem salvos. Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para a justificação de vida. (Rm 5:18) Em 2Co 5:15 vemos também por quem Cristo deu sua vida na cruz: E Ele morreu por todos, para os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que morreu e ressuscitou.

4-Muitas vezes algumas igrejas se preocupam mais com a sua doutrina, suas tradições e costumes do que a própria palavra de Deus. Mas Deus se faz conhecer pela fé e não pela sabedoria humana(1Co 1:12-21); Quanto à tradição, Jesus respondeu aos Fariseus que acusavam os discípulos de Jesus de transgrediram a tradição: [...]Por que transgredis vós também o mandamento de Deus pela vossa tradição(grifo nosso)? [...]E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus. [...] Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito dizendo: Este povo honra-me com seus lábios , mas seu coração está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens(grifo nosso).

Conclusão: Devemos procurar a verdade, e para isso temos de conhecer verdadeiramente a Jesus, pois Ele é o caminho, a verdade e a vida; só o conheceremos e o reconheceremos através da bíblia, que é um manual de instruções infalível de como alcançar a vida eterna. Se determinada denominação não segue a bíblia, fica claro então que se trata de uma doutrina mundana, puramente humana, que certamente não aponta nos caminhos do Senhor, que são os que estão escritos na bíblia. 




Um comentário:

  1. Bom artigo, para um tema tão vasto que daria muitos livros. Na verdade, a igreja só existe na presença de Jesus, pois quando se afasta dEle se dispersa, e quando se aproxima se ajunta. O grande mistėrio de Cristo e a Igreja só pode ser
    compreendido à luz da Palavra de Deus, à qual o Espírito Santo nos revela estar viva , sendo ela própria manifestada na pessoa do Senhor Jesus Cristo. É dEle que as escrituras falam, desde o Édem: O Pão do qual Adão teve que se alimentar após pecar, o primeiro Casamento entre noivo e esposa, da ordem de submissão da esposa, da semente da mulher, do clamor do sangue derramado, dos casais dos animais na Arca, do cordeiro sacrificado, da figura do Rei que era Sacerdote, de José sendo rejeitado por seus imãos, etc. Tudo isto para demonstrar a fidelidade e Deus e a Supremacia da Aliança feita em Jesus Cristo. Toda vez que se afastam das Escrituras, se afastam de Jesus e se dispersam em contendas. Por isto há idolatria, ódio, disputas de poder, rebeldia das mulheres pastoras, covardia dos homens, cobiça por dinheiro, e misticismo sobrenatural no meio do povo que diz ser de Deus .

    ResponderExcluir